(12) 97402-8000
(12) 97402-8000

Blog

Setembro Amarelo: Acredite na vida!
O tema suicídio vem encoberto por uma série de preconceitos e incompreensão
Setembro Amarelo: Acredite na vida!

O tema suicídio vem encoberto por uma série de preconceitos e incompreensão. Isso dificulta tratar deste tema como uma realidade na sociedade em geral, é um fato que atinge toda a população e conhecer e falar sobre o assunto, amplia sobremaneira a possibilidade de discutir os problemas vivenciados por adolescentes, adultos e idosos na nossa cultura.


Este tema abrange Seres Humanos de diferentes condições sociais, raças e etnias. Então todos necessitam de um olhar especial para a questão que envolve a VIDA, e principalmente o sentido que cada Ser Humano encontra para VIVER.


A qualidade de Vida envolve autoconhecimento, aceitação, coerência de uma realidade pessoal, familiar, social, econômica e ambiental. Assim somos seres Biopsicossocial, e todos os envolvidos em uma cultura são responsáveis pela qualidade de vida e a possibilidade de transformar este mundo em UM MUNDO MELHOR.


Olhar para o outro, ouvir, ajudar, aceitar, saber que o outro é diferente, e que TODOS temos a responsabilidade de transformar contextos sociais, é um jeito HUMANO DE OLHAR PARA A VIDA! E desta forma proporcionar melhores condições de vida para todos os que estão ao nosso redor. Se você suspeita que alguém próximo à você pensa em cometer suicídio, tente se aproximar e:

 

• Pergunte se o pensamento existe e em que nível;
• Se já houve planejamento e como;
• Procure ouvi-lo atentamente;
• Tente compreender os sentimentos dessa pessoa;
• Expressar respeito pelas opiniões e pelos valores dela;
• Converse abertamente;
• Demonstre sua preocupação, seu cuidado e sua afeição para com ela;
• Procure conversa com a família, amigos ou rede de apoio dessa pessoa;
• Caso a pessoa tenha acesso a métodos suicidas, como armas e remédios, remova-os imediatamente.
• Oriente e ajude a buscar ajuda na rede de saúde mental de sua comunidade e/ou outros equipamentos e órgãos; CAPS, Posto de saúde, Clínica-escolar, CVV, ONGs e etc.

 

MITOS E VERDADES


1. Quem pensa em cometer suicídio, realmente que se matar?
 - A maioria das pessoas que pensam em se matar, na verdade, têm sentimentos ambivalentes. Elas desejam pôr um fim a um sofrimento.

2. É verdade que as pessoas que querem se suicidar não avisam?

- Não. Suicidas podem frequentemente, dar ampla indicação de sua intenção.

3. Existem suicídios que não podem ser prevenidos?

- Verdade, mas 90% podem ser prevenidos.

4. Uma vez suicida sempre suicida?

- Pensamentos suicidas podem retornar, mas eles não são permanentes e em algumas pessoas eles podem nunca mais retornar.

5. Se eu falar sobre o suicídio com a pessoa que quer se matar, poderia está induzindo a isso?

- Não. Falar sobre o suicídio e as ideias que está tendo, ajuda a pessoa a se sentir acolhida por alguém que se interessa por seu sofrimento. Vale ressaltar que buscar ajuda profissional é importante após esse momento.

6. A pessoa que ameaça suicídio deseja manipular os outros?

- A ameaça de suicídio deve ser sempre lavada a sério. Isso indica que a pessoa está sofrendo e necessita de ajuda.

7. O suicídio é um ato de covardia ou de coragem?
- Nenhum dos dois. Na verdade, o que dirige a ação de suicidar-se é uma dor psíquica insuportável.

 

A dor psíquica geralmente não é reconhecida pelo outro como forte ou significativa, por isso muitas vezes a incompreensão, o não ouvir pode ser decisivo na atitude de uma pessoa acabar com a própria Vida!

 

Os conflitos as angústias, os problemas do dia a dia os Transtornos Mentais podem levar uma Pessoas a perder o sentido pela VIDA, portanto a cabe a TODOS, (Pessoas de diferentes profissões, raças, etnias e NOSSOS governantes), se comprometer com a Prevenção ao Suicídio, e o dia 10 de setembro vem simbolizar a importância desta LUTA...

 

Ana Maria Lourenço Ferrari Gontijo

Psicóloga – CRP 28798

 

REFERÊNCIAS


**Disponível em: http://portal.cfm.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=25027

Fonte: Cartilha Informativa "Suicídio: conhecer para prevenir"